Evi-fi

Lá nos primórdios do cinema (na virada do século 19 para o século 20), os estudiosos da área descobriram que os filmes poderiam ser criados graças a uma composição de diversas imagens sobrepostas em sequência, algo que enganaria nosso cérebro, nos passando a sensação de movimento.

Ao longo desse mais de cem anos de história, esse conceito básico foi muito usado na indústria cinematográfica e adaptado de diversas formas. Com o passar do tempo, foi estabelecido que o padrão de 24 imagens por segundo seria o ideal para cinemas e, depois, surgiram novos padrões para os filmes em DVD.

Posteriormente, essa ideia dos quadros por segundo foi fundamental para o desenvolvimento dos jogos. Todavia, nos games, por muito tempo foi convencionado que o ideal seria a execução de 30 frames por segundo.

Hoje, no entanto, há toda uma polêmica de que esse padrão já não é suficiente para muitos jogos, sendo que a execução a 60 fps é a mais recomendada. Muitas pessoas dizem que não percebem a diferença. Outros jogadores afirmam que jogar com 30 fps é impossível. Afinal, há diferença mesmo? Tem como perceber? Isso é o que vamos ver hoje!

A importância dos frames

Quando falamos na execução de jogos, automaticamente associamos a questão dos frames por segundo como um indicador de desempenho. E, de fato, essa característica é de suma importância para que o jogador tenha uma experiência agradável.

Um frame rate abaixo de 30 fps causa desconforto e dá a sensação de que o jogo está rodando em câmera lenta. Basicamente, um game que roda abaixo disso perde a sensação de fluidez e de continuidade, o que leva o usuário a experimentar um slideshow.

A questão de que 60 fps é melhor do que 30 fps é bem relativa ao título em questão. Via de regra, isso é uma grande verdade, sendo que, ao rodar um jogo a 60 quadros por segundo, você pode notar melhorias significativas na movimentação dos personagens e objetos.

Basicamente, o aumento no frame rate ajuda a eliminar rastros, garantindo uma imagem nítida. Já está mais do que provado que o nosso cérebro é capaz de distinguir essa diferença, algo que você também pode visualizar nos GIFs e vídeos abaixo:

Super Smash Bros (30 fps)

Super Smash Bros (60 fps)

F-Zero GX (30 e 60 fps)

Dark Souls 2 (30 e 60 fps)

Abaixo, há um exemplo em vídeo do jogo Sleeping Dogs. Detalhe: o YouTube limita o frame rate dos vídeos para 30 fps, portanto você só perceberá diferenças a partir dos 28 segundos, quando tem uma comparação em câmera lenta.

Outros links

Mais GIFs

Na demonstração abaixo, que você pode acessar clicando aqui, é possível configurar o frame de cada objeto e da paisagem. Veja como configurar:

  • Asset: muda a paisagem e os objetos de comparação
  • Frames per second: muda o frame rate
  • Motion blur: muda o efeito de desfoque
  • Velocity: altera a velocidade de movimentação
Frames-per-second

Muito mais frames do que você imagina

E aí? Deu pra sentir a diferença? Pois é, o frame rate elevado evita que alguns objetos exibam rastros e deixa tudo muito mais nítido. A verdade é que os 60 frames por segundo são ideais para muitos jogos (como Street Fighter IV, alguns games de corrida e a maioria dos FPS), mas não são, necessariamente, a regra para todos os títulos.

Há muitos games que foram programados para rodar a 30 quadros por segundo e não ficarão bem se o jogador resolver executá-los com o dobro de frames. South Park: The Stick of Truth é um bom exemplo de projeto que foi idealizado (o que deixa o jogo idêntico ao desenho) para rodar com essa configuração e não há opção para você aumentar o frame rate.

Titanfall

Da mesma forma, há diversas obras que rodam sem problemas a 30 fps (o que é bom pra quem tem um computador com configuração limitada), mas ficam muito mais interessantes se executadas a 60 fps — o que até pode justificar um upgrade na máquina.

É interessante notar que essa questão dos frames por segundo não fica restrita apenas a esses dois valores. Atualmente, algumas desenvolvedoras estão trabalhando para trazer jogos que podem rodar (e oferecer melhorias) com frame rates bem superiores. A versão de Titanfall para PC, por exemplo, recebeu um patch para que o jogo seja executado a 144 fps!

Então, você acha que esse aspecto é um diferencial importante para a jogatina? Deu para conferir a alteração de 30 para 60 fps?