A internet não perdoa. Em um mundo no qual o hype dita o ritmo do mercado e a importância que um jogo pode ter, estamos expostos e sujeitos a todos os tipos de reação quando falamos algo que não agrade a gregos e troianos. No caso de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, essa questão é ainda mais delicada. O analista Jim Sterling se arriscou a dar um 7 de 10 para o jogo e, bem, foi crucificado na web.

“Breath of the Wild é uma aventura encantadora, que tenta, em sua última instância, ser o mais pé no saco possível”, diz um dos trechos do texto do autor. “Infelizmente, o jogo faz você se esforçar mais do que deveria”, descreve outro fragmento da crítica.

Site sofre ataque DDoS

O tom ácido do review rendeu um ataque DDoS ao site de Sterling, segundo relatou o próprio em seu Twitter.

Algumas teorias destiladas pelos fãs dão conta de que isso seria uma espécie de “vingança” do autor contra a Nintendo após ela ter flagueado alguns dos vídeos do analista no YouTube.

Lenda de notas

Atualmente, Breath of the Wild segue com uma média altíssima no Metacritic: 97. O percentual caiu em um ponto (antes estava em 98) em função da nota atribuída por Sterling. Ainda assim, a avaliação é uma das melhores da história dos video games.

O TecMundo Games emplacou um 100 para a nova aventura de Link. Confira nossa análise clicando aqui e dê sua opinião sobre esse assunto, que é tão delicado e igualmente importante, na seção destinada aos comentários, logo adiante.