Assim como acontece com qualquer jogo online que se torna bastante popular, Overwatch não deixa de ter seus problemas em relação a jogadores “mal comportados”. Especialmente em partidas rankeadas, é comum que o abandono de um membro de um time traga consequências ruins para todos os remanescentes, que se veem incapacitados de vencer uma partida.

Pensando nisso e em outras situações semelhantes, a Blizzard está estudando um sistema de punições mais duras para quem está “prejudicando o jogo do coleguinha”. Segundo o diretor do título, Jeff Kaplan, detalhou em uma publicação nos fóruns oficiais, mais detalhes sobre isso devem ser divulgados muito em breve.

Atualmente, quem costuma abandonar muitas partidas é punido com a perda de experiência e com a impossibilidade temporária de se juntar a outras rodadas. As novas punições planejadas pela desenvolvedora também devem lidar com o problema representado por jogadores que atuam propositadamente contra seus times ou que participam de comportamentos considerados abusivos.

O que torna o caso de Overwatch mais grave do que o de outros FPS é a grande popularidade que o jogo angariou desde seu lançamento, o que acaba refletindo em desafios à sua comunidade. Resta esperar que a Blizzard use tudo o que aprendeu nos anos de World of Warcraft para criar soluções capazes de agradar ao maior número possível de jogadores.