A Treyarch confirmou hoje que o próximo Call of Duty, que está em desenvolvimento pela própria Treyarch, não continuará a se passar em épocas de guerras passadas e voltará para a temática moderna. Mais uma vez, a Activision decidirá manter um contraste entre os títulos, já que Call of Duty: WWII (desenvolvido pela Sledgehammer Games) se passará na Segunda Guerra – como o nome sugere.

A Treyarch é a responsável por Call of Duty: Black Ops 3, que teve uma temática futurista. Não ficou claro o que exatamente é “moderna”, já que podemos contemplar a atualidade (ou anos próximos) ou algo mais futurista, similar à Call of Duty: Infinite Warfare – que por sua vez teve críticas duras de alguns por justamente ir longe demais no tempo.

A confirmação veio por conta de uma vaga de emprego anunciada pela desenvolvedora, que explica que se trata do “Call of Duty 2018, que se passará em um ambiente de tecnologia militar moderna”, algo que não deixa dúvidas que não veremos guerras antigas no ano que vem.

Call of Duty, jogo, game

De acordo com a descrição da vaga, o funcionário vai precisar trabalhar em um “sistema de combate que apresente profundos conhecimentos de armas de fogo e tecnologia militar modernos”. Para sabermos mais, teremos que esperar um bom tempo, já que a revelação do game só deve ocorrer próximo do meio do ano que vem.

A pergunta que fica é: a modernidade descrita é a era atual ou a era futurista?

Enquanto isso, Call of Duty: WWII chegará às lojas no dia 3 de novembro deste ano para Xbox One, PlayStation 4 e PC.