Primeiro game a aparecer no Blizzard App que não pertence ao catálogo da companhia, Destiny 2 deve se tratar de uma exceção. Quem afirma isso é a própria Blizzard, que em seu blog oficial afirmou que não tem nenhum plano de oferecer suporte a jogos third-party em sua plataforma.

“Nosso foco em termos de suportar jogos que não são da Blizzard se foca somente em Destiny 2”, afirmou a companhia. “A não ser na avaliação de necessidades ou oportunidades de jogos futuros da Activision, não temos nenhum plano no curto ou longo prazo de dar suporte a títulos third-party com a Battle.net”, explicou a empresa.

Em outras palavras, a plataforma de distribuição e venda de jogos continua sem qualquer pretensão de ser uma alternativa completa a meios como Steam, GOG ou Origin. “É importante mantermos nossos padrões de qualidade para qualquer experiência ou serviço que colocamos em frente aos jogadores, o que representa um grande investimento de tempo e de esforço, então isso não é algo com que lidamos levianamente”, explicou a empresa.

O que ainda não está claro são os motivos pelos quais a Blizzard continua chamando seu aplicativo de Battle.net. Embora o nome seja conhecido pelos fãs da empresa que acompanham desde o início sua história, ela recentemente decidiu abandoná-lo para usar a marca Blizzard App — decisão que pode mudar com a inclusão de Destiny 2, que não está sendo desenvolvido diretamente pela companhia.