Para muitos, uma das gratas surpresas da E3 2017 foi a apresentação de Anthem durante a conferência realizada pela Electronic Arts para a feira. Claro, pouco tempo depois já havia um número considerável de jogadores fazendo comparações entre o novo título da EA e Destiny, algo que, pelo visto, não está totalmente errado em alguns pontos.

Falando em uma transmissão realizada durante a feira, Patrick Soderlund, vice-presidente executivo da Electronic Arts, comentou que a estratégia da empresa é fazer com o jogo dure dez anos, um planejamento parecido com o que a Bungie tem em mente para o seu título.

É um título no qual estamos trabalhando por quase quatro anos

“Anthem é um jogo social no qual você e seus amigos saem para realizar quests e explorar [o mundo do jogo]. É um título no qual estamos trabalhando por quase quatro anos, e assim que o disponibilizarmos no próximo ano acredito que será o início de uma jornada de dez anos para nós”, comentou o executivo.

Apesar de não haver nenhuma menção, é bem provável que a EA tenha planos de disponibilizar atualizações menores para Anthem, bem como pacotes mais robustos que possam adicionar mais elementos à sua jogabilidade. O jeito é esperar até o final de 2018, quando o título estará disponível em verões para Xbox One, PlayStation 4 e PC, e saber o que o futuro nos reserva.