A situação continua cada vez mais tensa no League of Legends nacional. Uma conversa particular trazida pelos sites myCNB e Omelete nessa sexta-feira (8) revelou que o vice-presidente da organização INTZ, Lucas Simon Almeida, teria acertado com a própria Riot Games para inscrever a INTZ.Red como a Red Canids na temporada 2016 do CBLoL. A única diferença, nesse caso, é que a diretoria do novo clube seria composta pelo filho e pela namorada do atual dono da equipe.

Segundo a conversa, o representante da INTZ afirma que eles teriam criado um plano com o estúdio para não vender a equipe. No texto original, Almeida comentou para os ex-integrantes da INTZ.Red que “poderiam ficar tranquilos que no final do ano será INTZ x RED com outro nome”, já que somente o nome e a administração seria alterados.

Você confere o texto original abaixo, divulgado pelo próprio Omelete e pelo myCNB.

Apesar da situação não contrariar as regras divulgadas pela Riot Games em maio de 2015, cinco times ameaçaram boicotar o Campeonato Brasileiro caso a organização não tomasse providências sobre o caso. Eles basearam suas indignações nas regras internacionais do campeonato, que não permitem dois times no circuito profissional com cúpulas administrativas muito próximas.

Por meio da página da INTZ no Facebook, o sócio comentou que "a alteração do quadro societário e a renomeação da equipe INTZ Red para o clube Red Canids se deu dentro da nova regra". Ele complementa que "prova disso é a Riot atestar formalmente tanto para o INTZ como para a comunidade (via seus representantes legais) que o processo de transação da equipe INTZ Red e RED Canids é legítimo."

Até o momento, a Riot Games ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto.