Console que ainda mora no coração de muitos gamers, o Nintendo 64 foi o quarto lançado pela Nintendo, chegando ao mercado japonês em 23 de junho de 1996 e às lojas de todo o mundo a partir de setembro do mesmo ano. E talvez você não tenha esboçado a mesma reação do pequeno Brandon ao ganhar o N64 de presente de Natal, mas provavelmente a emoção foi igual:

Quando chegou, o console oferecia apenas três jogos: “Super Mario 64”, “Wave Race 64” e “PilotWings 64”. Mas poucos meses depois a Big N lançou “Star Wars: Shadows of the Empire”, que abriu as portas para uma série de novos games incríveis deste que é um dos consoles mais legais de todos os tempos.

Inovador para a época, o N64 tinha um processador gráfico e outro de áudio de ponta e foi o último console doméstico a utilizar cartuchos. Além disso, era possível jogar simultaneamente em até quatro pessoas – o que tornava a experiência muito mais divertida. Listamos então alguns dos melhores jogos de Nintendo 64 para alimentar o saudosismo de toda uma geração (não necessariamente nessa ordem):

The Legend of Zelda: Ocarina of Time (1998)

Considerado um dos melhores títulos de toda a História (não somente do Nintendo 64), “Ocarina of Time” foi o jogo de estreia de Link para os consoles de 64 bits, trazendo novidades que são utilizadas em games de aventura 3D até os dias de hoje.

Algumas delas foram a trava de mira nos inimigos e os ângulos cinematográficos, e o jogo também trouxe toda uma nova profundidade nos enredos da trama. A trilha sonora também merece destaque, emocionando jogadores até hoje.

007: GoldenEye (1997)

Dois anos depois do lançamento do filme “007 Contra GoldenEye”, chegava ao Nintendo 64 este que marcou a popularização dos jogos de tiro em primeira pessoa nos consoles. O game era empolgante assim como o longa-metragem e seu modo multiplayer rendeu momentos divertidíssimos para grupos de amigos - o que acontece até hoje para quem ainda tem o seu N64 guardadinho e funcionando.

Mario Kart 64 (1996)

Este foi o segundo “Mario Kart” lançado pela Nintendo e foi o primeiro a contar com gráficos tridimensionais e explorar ao máximo as possibilidades do multiplayer. Simples e extremamente divertido, o jogo permitia competir com os amigos em dezenas de pistas e arenas , explorando cenários como o interior de um vulcão, praias paradisíacas e lagos congelados.

Também havia algumas pistas de corrida tradicionais, sempre com obstáculos repentinos a serem superados – como a temível casca de banana, que fazia muita gente “rodar”.

Super Mario 64 (1996)

Outro game da franquia do encanador italiano mais carismático do mundo, “Super Mario 64” tinha gráficos que mostravam todo o poder do 64 bits e da renderização 3D da época. Jogos de câmera “diferentões”, objetos interativos nos cenários e uma jogabilidade sensacional foram alguns dos motivos para que esse cartucho nunca ficasse de lado.

Conker’s Bad Fur Day (2001)

Dos mesmos desenvolvedores de “007 GoldenEye”, esse game foi um dos únicos mais adultos lançados pela Big N para o console. Diferente e controverso, o jogo tinha como objetivo ajudar um esquilo a voltar para casa e encontrar sua namorada depois de ter tomado um porre daqueles.

Muito humor negro fazia parte do game, que também mostrava montanhas de fezes, espantalhos que abusaram de substâncias químicas e zangões com muito amor para dar.

Pokémon Stadium 2 (2000)

Quando perguntamos por aí sobre esse jogo, algumas pessoas responderam que ele foi “a melhor escola Pokémon de todas”. Uma quantidade enorme de ginásios, copas, quizzes e minigames fazia parte do game, que também tinha uma escola específica para ensinar estratégias avançadas do RPG.

Difícil de zerar, “Pokémon Stadium 2” oferecia um leque variado de possibilidades de diversão, mesmo fora da trama principal.

Banjo Kazooie (1998)

Com esse título, a Rare ficou consagrada como uma das grandes desenvolvedoras de games da década de 1990. O jogo tem visuais coloridos inesquecíveis e um senso de humor inteligente, e tudo isso somado a personagens marcantes fez com que esse game fosse considerado um dos melhores já feitos em 3D.

Super Smash Bros. (1999)

O game trouxe aos consoles um novo conceito de luta, cujo principal objetivo não era vencer a batalha de vida ou morte, mas sim “derrubar” o personagem da base. Entre as opções para jogar, estavam Pikachu, Link, Fox McCloud, Kirby e, naturalmente, Mario, Luigi e Yoshi.

Star Wars: Rogue Squadron (1998)

“Star Wars” mora no coração de uma legião de pessoas, e seria uma pena se seus games não trouxessem a mesma sensação de encantamento das telonas. É o que acontece nesse jogo, que rodava gráficos em alta resolução com uma jogabilidade de tirar o fôlego.

O game permitia sobrevoar o planeta Tatooine, dar rasantes na Estrela da Morte e combater robôs do Império.

Donkey Kong 64 (1999)

Ao adaptar “Donkey Kong” para o console em três dimensões, o pessoal da Rare mostrou que não estava brincando em serviço. O jogo trouxe um grande número de novos recursos, como mais personagens jogáveis, armas, habilidades individuais e uma infinidade de itens colecionáveis (na verdade, há mais de 3,8 mil desses itens). E como não mencionar a música de introdução do jogo, aquele rap de poucos minutos, mas que ainda é cantado pelos fãs mesmo quase 20 anos depois?