South Park é uma série conhecida por fazer críticas sociais e políticas de forma bastante escancarada e ácida, e o mesmo vai se repetir em A Fenda Que Abunda Força, novo RPG desenvolvido pela Ubisoft. Conforme mostra um vídeo divulgado pela Eurogamer, o nível de dificuldade escolhido pelo jogador vai ter influência direta na cor de pele do protagonista.

Jogar no modo “fácil” faz com que o personagem tenha a pele branca, enquanto a dificuldade “muito difícil” faz com que ele tenha pele negra. Ao escolher a opção mais desafiadora, Eric Cartman solta o seguinte comentário: “Não se preocupe, isso não afeta o combate. Só todos os outros aspectos da sua vida”.

Segundo os desenvolvedores, a dificuldade escolhida muda a quantidade de dinheiro recebida e o modo como NPCs interagem com o protagonista. Ligar isso a cor da pele do protagonista é uma clara crítica à maneira como o racismo funciona de formas muitas vezes sutis na sociedade, algo um tanto raro de ver no mundo dos video games.

isso não afeta o combate. Só todos os outros aspectos da sua vida

A Fenda que Abunda Força também vai permitir que você selecione o gênero de seu protagonista entre “masculino”, “feminino” e “outro” — em Stick of Truth era possível jogar somente como um menino. Caso você não escolha a versão masculina, isso ativa um diálogo do personagem Mr. Mackey que faz uma “correção” do que aconteceu na aventura anterior.

Quem escolher jogar com o sexo feminino também pode escolher se a identificação ocorre como cisgênero ou transgênero — opções que Mackey afirma ainda combinarem com a trama de Stick of Trught. “Ela definitivamente era uma garota o tempo todo. Sim, claro. Eu entendo”, afirma o personagem.

As opções oferecidas pelo game não devem surpreender quem acompanha a série televisiva que, por mais ácida que seja, se mostra bastante inclusive à sua própria maneira. Com versões para PC, PlayStation 4 e Xbox One, South Park:  A Fenda que Abunda Força chega às lojas no dia 17 de outubro após uma longa espera.