The Witness é um jogo que vem causando calorosas discussões: alguns amam, outros odeiam. Independente disso, ele está fazendo muito sucesso, tanto no PC quanto no PS4. Contudo, a fama é uma espada de dois gumes. Assim como ela pode trazer coisas boas também carrega consigo um peso — que no mundo dos games se chama pirataria.

Sendo assim, Jonathan Blow, criador do jogo, resolveu colocar a boca na botija (ou melhor, no Twitter) e criticar o fato de que sua obra está em primeiro lugar em downloads em um “certo site de torrent”.

Blow até ficou feliz sabendo disso, pois significa que as pessoas estão gostando do título. Entretanto, ele informou está preocupado com o futuro da Thekla Inc., que não conseguirá financiar um próximo game, caso a pirataria continue. 

Alguns jogadores têm reclamado do preço da obra no Steam (US$ 40 nos EUA e R$ 72,99 no Brasil). Entretanto, o desenvolvedor afirmou que Braid — sua criação anterior — era muito mais barato  (R$ 27,99) e, mesmo assim, várias cópias ilegais foram feitas. 

Apesar desse problema com a pirataria, The Witness se encontra atualmente no Top 10 do Steam. O jogo foi lançado em versões para PlayStation 4 e PC no dia 26 de janeiro de 2016 e tem recebido várias críticas positivas da mídia especializada. Quer saber o que achamos? Aguardem, nossa análise vem aí.  

Você concorda com as notas que têm sido atribuídas a The Witness? Por quê? Comente no Fórum do TecMundo Games