Na última sexta-feira (4), o Comitê de Operações da LCK notificou a atual campeã mundial, SK Telecom T1 (SKT), por causa de um comentário maldoso feito pelo atirador Junsik “Bang” Bae em sua stream. Segundo as regras do campeonato, uma notificação não traz penalidade por si só; porém, caso ocorra novamente, a equipe poderá perder a pontuação de uma série na tabela do torneio.

O comentário ocorreu em fevereiro, mas a polêmica só começou a ganhar forças em julho. O bicampeão mundial fazia sua stream, quando leu o seguinte comentário no chat:

Hey Junsik, Faker acabou de receber 1 milhão de wons coreanos em doações. Trabalhe mais!

Em seguida, Junsik “Bang” Bae respondeu: “Meu salário provavelmente é maior do que o de 100 pessoas como você juntas. Você deveria falar por si mesmo e trabalhar mais”. Após o ocorrido, os fãs ficaram divididos. Uma parte defendeu o atirador, enquanto a outra disse que ele foi ofensivo com as pessoas que estavam assistindo a stream.

Após o ocorrido, Bang se desculpou no Twitter e explicou que o clip do comentário não mostra como ele fala diversas vezes em suas streams para que as pessoas não insultem os jogadores e não fiquem comparando uns aos outros.

No dia 26 de julho, após uma vitória da SKT, o atirador voltou a se desculpar com os fãs, só que dessa vez ao vivo. Na entrevista pós-jogo, ele deu a seguinte declaração:

“Eu recentemente falei algo muito errado que magoou muitas pessoas. É algo que eu não deveria ter dito, como um jogador de uma liga profissional. Muitas pessoas se desapontaram comigo. Estou envergonhado por não ter pensado nisso antes. Estou realmente estou convencido de que o que fiz foi errado e continuarei pensando assim por um bom tempo. Desde que me tornei jogador profissional, tento recompensar meus fãs com performances melhores e reparar o erro que eu fiz. Me desculpem.”