Uma das grandes vantagens das novas APIs (DirectX 12 e Vulkan) é a capacidade combinar componentes de diferentes configurações para entregar melhores resultados nos jogos.

O nome disso é computação heterogênea, uma tecnologia que possibilita usar duas placas de vídeo de marcas distintas e aproveitar todo o potencial computacional de ambas.

O jogo Ashes of the Singularity é um dos primeiros a contar com esse tipo de novidade. Tal opção ainda está em fase de testes, mas os jogadores que podem experimentar a mais recente versão Beta do produto já conseguem conferir as melhorias em performance ao combinar várias placas de vídeo no DirectX 12.

O pessoal do site Maximum PC fez algumas verificações com diferentes combinações para averiguar qual combinação entrega os melhores resultados. Na configuração “Crazy”, a mais absurda do jogo, em resolução Full HD, a combinação da AMD Radeon R9 Fury X com a NVIDIA GeForce GTX Titan X entregou resultados imbatíveis.

É importante notar que faz diferença deixar uma ou outra como principal. Quando a Fury estava no comando, a média de frames por segundo foi maior, mas ao colocar a Titan como primária, a renderização foi um pouco mais estável, ou seja, com poucas variações.

Os resultados surpreendem um bocado, pois nos testes com uma única placa de vídeo (e nas mesmas condições), a Radeon Fury X levou a melhor sobre a Titan X e todas as demais concorrentes. Em configurações CrossFireX e SLI, a melhor estabilidade se deu entre uma Fury X e uma R9 390, enquanto que a média mais alta ficou para duas placas GTX 980 Ti.

Curiosamente, ao usar o perfil de configuração padrão com filtros desativados e na resolução Full HD, a melhor combinação, considerando a média de frames por segundo, acabou sendo entre a R9 390 e a Titan X. A união da R9 390 com a GTX 980 manteve resultados mais estáveis, algo que também surpreende bastante.

É claro que ainda é cedo para afirmar que todos os jogos com essa novidade vão apresentar resultados excelentes, mas, ao que tudo indica, se os desenvolvedores fizerem um bom trabalho, os consumidores poderão equipar suas máquinas com placas de diferentes marcas e ter qualidade e performance de ponta.

Você acha que o DirectX 12 vai revolucionar os jogos no PC? Comente no Fórum do TecMundo

Via TecMundo