Em parceria de exclusividade com a Microsoft, o pessoal do Digital Foundry (Eurogamer) teve acesso ao hardware do Project Scorpio, o sucessor do Xbox One, para, enfim, divulgar as especificações oficiais ao mundo. E o conjunto da ópera é poderoso, senhoras e senhores, como todos já haviam especulado.

Ciente das inevitáveis comparações entre o aparelho, seu irmão mais velho (o XOne) e o principal concorrente, o PS4 Pro, o site tratou de criar uma tabela analisando a potência de cada componente principal e deu o seguinte panorama:

  • CPU do Scorpio: dispõe de oito núcleos x86 customizados a 2.3 GHz
  • CPU do Xbox One: possui oito núcleos Jaguar clockados em 1.75 GHz
  • CPU do PS4 Pro: contém oito núcleos Jaguar clockados em 2.1 GHz

---

  • GPU do Scorpio: conta com 40 unidades computacionais customizadas a 1172 MHz
  • GPU do Xbox One: possui 12 unidades computacionais GCN a 853 MHz (o Xbox One S chega a 914 MHz)
  • GPU do PS4 Pro: contém 36 unidades computacionais GCN aprimoradas a 911 MHz

---

  • Memória RAM do Scorpio: 12 GB GDDR5
  • Memória RAM do Xbox One: 8 GB DDR3/32 MB ESRAM
  • Memória RAM do PS4 Pro: 8 GB GDDR5

---

  • Largura de banda da memória do Scorpio: 326 GB/s
  • Largura de banda da memória do Xbox One: DDR3: 68 GB/s, ESRAM ao máximo de 204 GB/s (Xbox One S pode alcançar 219 GB/s)
  • Largura de banda da memória do PS4 Pro: 218 GB/s

---

  • HD do Scorpio: 1 TB de 2,5 polegadas
  • HD do Xbox One: 500 GB, 1 TB ou 2 TB, também 2,5 polegadas
  • HD do PS4 Pro: 1 TB de 2,5 polegadas

---

  • Unidade de leitura do Scorpio: 4K UHD Blu-ray
  • Unidade de leitura do Xbox One: Blu-ray (Xbox One S faz 4K UHD)
  • Unidade de leitura do PS4 Pro: Blu-ray

SoC: compacto

Além disso, todo o sistema de processamento do Scorpio é um ScC, conhecido como "System-on-a-Chip", e isso quer dizer que a placa do console ocupa menos espaço ao combinar GPU e CPU na mesma estrutura – a promessa é que o Scorpio terá um tamanho compacto. Especula-se até que o corpo do aparelho possa ser menor do que o já compacto Xbox One S. Ah, e a fonte será integrada também.

Refrigeração: conceito inovador

Outro grande feito do console é seu sistema de refrigeração, nunca antes implementado em um video game voltado para a produção em massa. O Scorpio vai trabalhar com um inovador sistema de câmara de vapor, o mesmo utilizado em placas como a mais recente GTX 1080. As câmaras de vapor possibilitam uma maior área de contato dos componentes com o material voltado para a refrigeração e permitem aos componentes trabalhar com clocks maiores em menores temperaturas sem causar estresse contínuo. Isso é crucial para que o Scorpio entregue mais processamento, mesmo que alguns de seus recursos se mantenham na mesma estrutura.

Jogos e futuro: o que esperar?

O Eurogamer soltou outras informações a respeito do novo filhote da Microsoft na indústria de video games. O TecMundo Games postará diversas outras novidades para deixar a cobertura desse monstro completa. Fiquem ligados!