May the 4th Be With You (que a Força esteja com você)! O trocadilho tornou a data do dia 4 de maio como o Dia Internacional de Star Wars, celebrando anualmente todo o legado que a franquia deixou e ainda constrói para diversas gerações. Tudo começou com apenas um filme, lá em 1977, mas logo se tornou um imenso universo que ganhou livros, quadrinhos, séries e, obviamente, games.

Para ilustrar tudo o que a série tem de melhor no mundo dos jogos, decidimos fazer uma lista especial com os títulos mais impactantes de Star Wars até hoje, passando desde a geração Atari até a oitava geração de consoles, com gráficos fotorrealistas e jogatina multiplayer. Confira a nossa seleção e não deixe de comentar qual é o seu jogo favorito da franquia!

1 – Star Wars: The Arcade Game (Arcade e Atari 2600, 1983)

Pode não parecer, mas em 1983 esse game era a coisa mais realista e impressionante que os fãs de Star Wars poderiam pedir. Controlar naves em primeira pessoa e destruir a Estrela da Morte? Praticamente um sonho experimentar isso “de verdade”. O game trazia gráficos 3D extremamente primitivos, mas já flertava com a sensação de colocar o jogador no universo da franquia de ficção científica mais querida da história. O título foi lançado em formato arcade e para o Atari 2600.

2 – Star Wars: X-Wing (PC, 1993)

Basicamente, é a ideia do jogo anterior do jeito certo e com a tecnologia mais avançada. Lançado em 1993 para DOS, Macintosh, Windows e Linux (PC, no geral), o game aprimorou a qualidade visual e trouxe cenários muito mais realistas à la Doom, com imagens pré-renderizadas que imergiam o jogador em níveis bem maiores com os cockpits de Tie Fighters e X-Wings. Certamente, um dos percussores do gênero de nave da franquia ao longo da história.

3 – Trilogia Super Star Wars (Super Nintendo, PS4 e PS Vita, 1992 a 1995)

Da trilogia lançada para o Super Nintendo, Empire Strikes Back é, certamente, o mais difícil. Talvez por isso e pela competência em misturar os melhores ingredientes de um side-scrolling digno, o jogo ficou marcado – e caramba, controlar Luke logo após ter sido capturado por um Wampa em Hoth é a melhor sensação que qualquer fã poderia ter após ter assistido aos filmes. Todos os três games foram lançados pra Super Nintendo e foram lembrados por dar a possibilidade de controlar um Jedi e seu sabre de luz pela primeira vez.

4 – Star Wars: Dark Forces (PC, 1995)

Não adianta: uma franquia como Star Wars fez muito sucesso e praticamente tudo nos anos 90 teve um jogo de tiro em primeira pessoa inspirado em Doom. Para a série Sci-Fi, esse game foi Dark Forces. Ao contrário do que você pode pensar, esse título não é uma cópia barata do gênero, mas sim uma das melhores obras da franquia até hoje.

Na narrativa, você é um mercenário contratado pela Aliança Rebelde que deve ajudar a roubar os planos da Estrela da Morte (a história canônica antes do filme “Rogue One”). O game foi lançado para PC em 1995 e teve outras duas sequências, mas o primeiro é tido como o melhor da série pelos fãs.

5 – Star Wars: Shadows of the Empire (Nintendo 64 e PC, 1997)

Se você foi um dono orgulhoso de Nintendo 64, certamente deve ter jogado muito essa obra-prima. Apesar de não trazer um Jedi no papel, a narrativa de Shadows of the Empire é uma das melhores de toda a franquia Star Wars, pois fazia parte de um projeto multimídia da época. Apesar de ser uma espécie de shooter em terceira pessoa, Dash Rendar, o mercenário e protagonista, também pilotava uma nave semelhante à Millenium Falcon – o personagem também se parecia com Han Solo – e Speeder bikes (as motinhos flutuantes), trazendo um grande dinamismo ao jogo.

6 – Star Wars Episode I: Racer (Nintendo 64, Dreamcast, Game Boy e PC, 1999)

Star Wars Episode I: Racer é sem dúvida um jogo bem diferente no universo de Star Wars, afinal, ele é um game totalmente de corrida, mas que envolve os podracers do criticado “Star Wars Episódio I: a Ameaça Fantasma”. Percorrendo pistas dos mais diversos tipos em planetas muito distantes, você podia controlar os podracers de Anakin Skywalker, seu grande rival Sebulba e uma grande diversidade de outros veículos com jogabilidades totalmente distintas entre si. O grande destaque ficava para a sensação de velocidade das naves, que impressionava e podia até nos fazer perder um pouco o controle em trechos mais rápidos.

7 – Star Wars: Galatic Battlegrounds (PC, 2001)

Galactic Battlegrounds pegava não apenas o motor gráfico, mas a estrutura completa e idêntica de Age of Empires II com uma roupagem totalmente Star Wars. Você podia colocar para batalhar a Aliança Rebelde, o Império Galáctico, a Federação do Comércio, os Wookies e até os Gungans, a raça do chatíssimo Jar Jar Binks. Cada equipe possuía as estrutura, veículos e heróis clássicos dos filmes e que conhecemos tão bem. No modo campanha, você seguia as ordens de Qui-Gon Jinn e conduzia Attichitcuk, o pai de Chewbacca, ou tentava enfrentar os terríveis destroyer droids da Federação do Comércio controlando o exército de Naboo.

Star Wars de estratégia

8 – Star Wars: Knights of the Old Republic (Xbox, PC, iOS e Android, 2004 – 2015)

Há debates sobre qual dos dois games da franquia Knights of the Old Republic é melhor, mas achamos que o primeiro game teria mais destaque. O jogo de RPG utiliza a mesma fórmula que encontraríamos posteriormente em jogos como Dragon Age, já que ambos foram criados pela Bioware. A campanha traz uma aventura épica com diversas decisões morais, plot twists absurdos e uma das melhores histórias de todos os tempos. Lançado em 2003 para PC e Xbox, o título teve ports mobile para Android e iOS recentemente.

KotOR

9 – Star Wars Rogue Leader: Rogue Squadron II (GameCube, 2001)

O primeiro jogo, lançado para Nintendo 64 e PC, teve um gameplay incrível com as naves da franquia em um ambiente 3D muito interessante. Contudo, o primeiro título para GameCube trouxe gráficos incríveis e batalhas extremamente icônicas, como a Estrela da Morte e a luta no planeta Hoth. Se você é fã dos confrontos aéreos e espaciais, essa é uma experiência imperdível.

Rogue Squadron II

10 – Star Wars Jedi Knigh: Jedi Academy (PC e Xbox, 2003)

Há muitos títulos de consoles na lista, mas o PC certamente teve um destaque grande na franquia Star Wars – principalmente na década de 90 e 2000. Jedi Knight: Jedi Academy é um dos games que melhor adaptaram a luta de sabres de luz até hoje, mesmo sendo um game de 2003. Apesar de ter muitas lutas de sabres marcantes, o jogador podia usar armas de fogo e poderes da Força também. As mecânicas eram tão bem-feitas que diversos fãs fazem mods até hoje para ele.

Jedi Academy

11 – Star Wars: Battlefront II (PC, PS2, PSP e Xbox, 2005)

Se o PlayStation 2 fosse moderno, ele certamente teria contado as minhas centenas de horas em Battlefront II, um dos jogos mais divertidos de todos os tempos quando o assunto é Star Wars. O segundo game da franquia tinha uma quantidade de mapas imensa, diversas classes e modos de jogo, as duas eras de Star Wars (Epi. I, II e III, e Epi. IV, V e VI), uma variedade grande de heróis, naves e muito mais. Esse título é, até hoje, uma das melhores experiências multiplayer da série.

Battlefront II

12 – Star Wars: Force Unleashed (PS2, Wii, PC, Xbox 360 e PS3, 2008)

A breve e curta franquia Force Unleashed foi ousada: utilizou uma história alternativa que traz Starkiller, um aprendiz que Darth Vader que poderia ser o maior Jedi de todos os tempos, em um hack ‘n slash de respeito e que utilizou muito bem a adaptação de lutas de sabre de luz e poderes da Força em um video game. Com uma das engines de Física mais legais que existem, o título teve muito destaque e até um DLC que fazia o protagonista ganhar de Luke Skywalker e mudar o curso da narrativa do universo. Infelizmente, a sequência não foi muito boa e a série entrou em um limbo.

13 – Star Wars: LEGO (praticamente todas as plataformas, 2005 – 2016)

A franquia LEGO passou por diversas franquias e, certamente, Star Wars não poderia ficar de fora. Desde 2005 a série já ganhou games para PlayStation 2, PSP, 3DS, Xbox 360, PlayStation 4 e quase qualquer plataforma que você imagine, incluindo celulares. O game traz a história de quase todos os filmes da franquia de uma maneira leve e divertida, ideal para qualquer idade. Interessado pelo jogo? Dê uma conferida aqui.

Star Wars: LEGO

14 – Star Wars: Battlefront (PC, Xbox One, PlayStation 4, 2015)

Não, não é um item repetido. Durante muitos anos, a série Battlefront ficou no limbo e prestes a ganhar um terceiro título que nunca veio. A EA utilizou a DICE e a sua expertise em Battlefields para rebootar a franquia com um dos gráficos mais realistas de todos os tempos, trazendo um gameplay competitivo online em terceira e primeira pessoa muito interessante. Não é um jogo perfeito, mas é um pontapé inicial excelente, deixando todo mundo empolgado para a sequência, que sai nesse ano com um modo história. Se a temática interessou, você pode comprá-lo para Xbox One, PlayStation 4 ou PC.

Menções honrosas

1 – Star Wars Episode III: Revenge of the Sith

2 – Star Wars: Rogue Squadron

Rogue Squadron

3 – Star Wars Jedi Knight: Dark Forces II

4 – Star Wars: Republic Commando

5 – Star Wars: Empire At War

Empire at War

6 – Star Wars: The Old Republic

Old Republic

Bônus – Star Wars 1313, o jogo que todo mundo queria e nunca vai ter

Futuro da franquia Star Wars nos games

Depois do renascimento dos filmes na nova trilogia, a franquia Star Wars continua mais forte do que nunca. O principal destaque confirmadíssimo é Star Wars: Battlefront II, que sai no final do ano com três eras da série, trazendo desde as Guerras Clônicas até o confronto com a Nova Ordem no Episódio VII.

Contudo, não se trata apenas da experiência multiplayer da DICE. A EA anunciou, bem de fininho na última E3, que um Star Wars à la Uncharted está em produção. Há pouquíssimos detalhes sobre o game além de um vídeo extremamente curto apresentado no evento do ano passado. Se for feito da forma correta, pode ser que tenhamos uma pedra preciosa em breve. Para finalizar, alguns rumores apontam que a empresa também trabalha com um game que poderia ser Star Wars: Knights of the Old Republic 3. Empolgante, hein?

Star Wars – Além dos games, mas fora dos filmes

Se você é fã da da série, deve saber que Star Wars tem um dos maiores universos expandidos de todo o mundo geek. Antes do lançamento do Episódio VII, a lista de itens que contavam histórias extras e canônicas era imensa, com livros, HQs, jogos e qualquer outro tipo de mídia que você imaginar. Houve uma espécie de "reboot" recentemente para que as narrativas secundárias  não atrapalhassem o enredo principal.

HQs do universo expandido são fenomenais!

Em outras palavras: o universo expandido continua firme e forte, e você pode encontrar diversas histórias em quadrinhos bem legais para expandir o seu conhecimento sobre a franquia. A série Legends, que é a não canônica, continua firme e forte no mercado, com histórias animais sobre a sobrevivência de Darth Maul e muitas outras – particularmente, eu prefiro o Darth Maul, um dos meus vilões prediletos.

Porém, há centenas de HQs e livros que explicam melhor os novos tempos retratados na Nova e na Velha Trilogia, como a história da Princesa Leia ou do Darth Vader, que têm feito bastante sucesso no exterior. Mas se a sua pira são os filmes mesmo, também tem coisa para você: recentemente, rolou uma novelização dos longas-metragens, ou seja, uma transformação da narrativa das telonas em histórias em quadrinhos bem legais.

Se você curte expandir o seu conhecimento além dos games, HQs e livros não faltam do universo expandido de Star Wars

Star Wars e hambúrguer têm tudo a ver? Têm, porque sim. E evento por aí não vai faltar: o Gburger, que fica na Rua Augusta, 2931, em São Paulo, promete uma "Invasão Star Wars", evento para celebrar a saga com bate-papos e palestras sobre Rebels, The Last Jedi, Battlefront e muito mais. E, é claro, sorteios! Marque na agenda: domingo agora, dia 7, das 13h às 18h no Gburguer.

E aí, o que achou da matéria? Qual jogo você acha que deixamos de lado que vale a menção? Você também acompanha Star Wars fora dos games e lê o universo extendido? Deixe o seu comentário pra gente e compartilhe o que você acha mais legal da melhor franquia Sci-Fi de todos os tempos – desculpe, Star Trek.