Quando a Nintendo anunciou Fire Emblem: Fates, um dos detalhes que estava na relação era o fato de o game permitir casamento entre personagens do mesmo sexo. Porém, tal opção, que aparecia num determinado momento do jogo, será cortada das edições que serão lançadas na Europa e nos Estados Unidos. 

“Na versão do game que será lançada nos Estados Unidos e na Europa, não há nenhuma expressão que possa ser considerada uma conversão homossexual ou de alguém sendo drogado, algo que ocorre entre personagens”, diz um email enviado por um representante da Nintendo para a equipe do site Nintendo World Report. 

Peraí, drogas? 

Se ao ler o parágrafo acima seus olhos ficaram parados na palavra “drogado”, saiba essa possibilidade existe na versão japonesa do game por conta de uma personagem chamada Soleil, da versão Birthright (isso também acontece em Conquest, mas com um guerreiro masculino). Quem já teve a oportunidade de colocar as mãos no game sabe que ela se interessa afetivamente por personagens femininas e pode se casar com uma delas (veteranos da série sabem que o casamento é o resultado do relacionamento de dois personagens, que podem se ajudar no campo de batalha).

Soleil

Mesmo sabendo de seu gosto, Soleil sempre fica envergonhada quando está perto de mulheres, muitas vezes deixando transparecer seu medo de não ser forte ou legal o bastante por conta disso. Logo, se o jogador opta por transformar o protagonista masculino no seu par amoroso, ele coloca um pó mágico em sua bebida para que ela veja homens como mulheres e vice-versa. Um detalhe: isso é feito sem que ela saiba, e quando o efeito acaba a guerreira revela ter se apaixonado pelo “lado feminino” do personagem e acaba se casando com ele. 

Em alguns lugares, isso pode ser considerado não apenas como uma forma de drogar pessoas, mas também de fazer uma espécie de “cura homossexual”, um método usado por algumas organizações religiosas para mudar a orientação sexual de alguém. 

Exclusivo para Nintendo 3DS, Fire Emblem: Fates chegará às lojas norte-americanas em 19 de fevereiro.

O que você achou da ideia da Nintendo de remover cenas homossexuais de Fire Emblem: Fates? Comente no Fórum do TecMundo Games