Pata, pata, pata, pon! Se você tem familiaridade com estes termos, provavelmente já ouviu falar de Patapon. O jogo de ritmo lançado em 2008 simplesmente conquistou boa parte dos usuários que contavam com um PlayStation Portable em mãos. Desenvolvido pela Pyramid, Patapon trouxe um conceito praticamente único aos consoles, se consolidando como um dos grandes games desta geração.

A fórmula do título consistia em acompanhar os simpáticos patapons em suas batalhas. Mas, ao contrário do que se pode imaginar, não se trata de um jogo de ação desenfreada. Aqui, você assume o papel de uma espécie de divindade, que comanda os guerreiros através de ritmos desempenhados por tambores especiais. O resultado é uma experiência única e cativante, que rende horas de diversão sem perder o ritmo.

Sem dúvidas, Patapon gerou uma legião de fãs, que esperavam ansiosamente por uma nova versão do game. Felizmente, durante a Electronic Entertainment Expo de 2008, a Sony anunciou que o famoso game receberia uma sequência. E, no dia 05 de maio deste ano, Patapon 2 chega às lojas com muitas novidades que o tornam ainda mais interessante.

Basicamente, Patapon 2 traz a mesma essência do primeiro jogo. Mas, desta vez, a trama é diferente. Aqui você encontrará novamente os patapons, que agora constroem um navio para viajar a novas terras.

Entretanto, a viagem das criaturas é suspendida graças ao ataque de um misterioso polvo, fazendo com que os patapons acabem em uma nova ilha, com novos inimigos: a tribo Karmen. Novamente, você é o grande deus dos seres, e deve guiá-los em sua jornada para alcançar as tão sonhadas terras.

Como fazer tudo isto? Com os tambores, é claro. A jogabilidade de Patapon 2 é quase idêntica a do primeiro jogo. Você deve utilizar os botões da face do portátil para bater em cada um dos quatro tambores disponíveis, cada um mapeado em um botão diferente. Tudo no ritmo proposto pela música, então é melhor ficar com os ouvidos atentos — e com os olhos também, já que o título apresenta uma representação visual das batidas.

Logo, logo, você estará caminhando com os comandos “Pata, pata, pata, pon” e atacando com “Pon, pon, pata, pon” sem grandes dificuldades. Sem dúvidas, é uma excelente maneira de combinar música e video games, criando um conceito estratégico e não um simples game em que você deve apertar as teclas sem qualquer pretexto convincente. Você realmente sente que está desempenhando as ações, diferente de quando o jogador sola incrivelmente utilizando apenas cinco botões em uma guitarra de plástico.

A essência é a mesma! Fora a fórmula semelhante, Patapon 2 também conta com visuais derivados de seu antecessor e mantém o mesmo estilo carismático, rendendo mais de 40 horas de jogo. Mas, felizmente, também existem algumas novidades interessantes no título, como o modo multiplayer, as novas classes e a árvore de evolução.

Os fãs da série serão os primeiros a notar que a Sony caprichou ainda mais na sequência. Talvez uma das novidades mais impactantes sejam as habilidades dos herois, que resultam num verdadeiro show em sua tela. Além disso, o modo multiplayer consegue compartilhar uma pequena parcela da diversão — com direito a um modo que requer apenas um jogo para dois jogadores. À primeira vista, um jogo simples, mas, na realidade, Patapon 2 tem muito a oferecer.

aprovado

Horas e horas de diversão

Quarenta horas. Este é tempo que você passar ao lado dos simpáticos patapons na segunda versão do game. Tudo graças à incrível profundidade do game. Agora, você também passará um bom tempo cuidando de sua tropa fora do campo de batalha.

No vilarejo, que é como o menu do game, você pode escolher o que deseja fazer. Há a arvore que dá vida aos patapons, o altar — com informações de seu desempenho e dicas sobre o game em geral —, e o portal multiplayer denominado Patagate.

No modo campanha, você enfrentará diversos oponentes diferentes, e encontrará muitas surpresas que o motivarão a continuar desfrutando do título. A dinamicidade é grande, e você terá de passar novamente por alguns níveis para obter novos recursos, por exemplo. 

É pura festaMas, além das lutas divertidas e ritmadas do game, você também terá de passar um tempo bolando estratégias para obter resultados melhores em sua jornada. Uma boa dica é criar unidades de vários tipos diferentes e aproveitar a variedade de personagens para elaborar táticas equilibradas.


 

Novas e excelentes unidades

As classes principais do primeiro jogo estão de volta — Yaripon, especializadas em ataque, Tatepon, com escudo e machado, e os Yumipon, com foco nos ataques à distância. Entretanto, agora você também conta com novas unidades. Os Toripon são uma espécie de pássaros voadores que também mandam bem à distância, mas é necessário tomar cuidado com os ataques aéreos do oponente.

Há também o Robopon, que, como o nome sugere, é uma espécie de mecha que pode destruir facilmente as estruturas dos inimigos e até decidir o rumo das batalhas. Já o Mahopon é uma unidade fraca, mas se você conseguir mantê-la viva usufruirá de uma unidade capaz de desferir poderes mágicos, como super ataques, e que também cura seus soldados.

A árvore da evolução

Para deixar suas unidades ainda mais destrutivas, Patapon 2 oferece um nova elemento: uma espécie de árvore da evolução. Como isso funciona? Bem, é semelhante a qualquer árvore de habilidade, algo comum em alguns RPGs. Com os recursos obtidos durante as batalhas você adquire a possibilidade de criar novos personagens mais potentes e evoluídos.

Personagens ainda mais malucos
 

O jogador pode evoluir o personagem de uma determinada raça focando-o na velocidade ou no ataque, dependendo do caminho que escolher. Obviamente, os caminhos oferecem muitas possibilidades diferentes, que vão além dos atributos previamente citados. Com isso, você tem a chance de criar uma unidade ainda mais personalizada e potente, e pode utilizá-la quando achar necessário.

Personalizando

A personalização, entretanto, não se limita a esta etapa. Antes de iniciar as batalhas, você tem direito a escolher quais tropas deseja carregar consigo — você tem apenas três espaços para preencher, então pense bem. O bacana é que Patapon 2 permite que o jogador customize os equipamentos de seus soldados, adicionando escudos mais poderosos ou lanças mais afiadas, por exemplo.

Além das armaduras, o jogador também tem a chance de personalizar qual habilidade especial será utilizada pelo seu herói. Você pode selecionar somente uma dos diversos golpes especiais que são obtidos durante sua jornada.

Ataque heróico

Esse já era Um dos elementos que mais chama a atenção em Patapon 2 é o já mencionado ataque especial, que é realizado exclusivamente pelo herói de sua tribo. Para ativá-lo, é necessário realizar três combinações perfeitas de botões, e o nível de precisão altera-se conforme a dificuldade. Sim, é uma tarefa complicada.

Entretanto, quando tudo dá certo, você conta com um ataque essencial para destruir chefes e inimigos mais poderosos no game. O bacana é que você encontra novas “memórias” durante o trajeto, que dão acesso a novas habilidades. E, quando os ataques são desferidos, o resultado é muito interessante.

Todos juntos: Pon, pon, pata, pon!

Se você se sentia sozinho no primeiro game, seja bem-vindo ao multiplayer de Patapon 2. Agora, jogadores podem desfrutar de um modo que suporta até quatro jogadores via wireless local, com direito a compartilhamento de jogo para aqueles que não possuem uma cópia do título e companheiros controlados pela inteligência artificial para tapar qualquer buraco.

Neste único modo, cada um dos jogadores controle um herói patapon. A equipe deve trabalhar junto para carregar um ovo e eliminar os oponentes. Para isso, é necessário dividir as tarefas e manter um bom trabalho em equipe. Se tudo der certo e você chegar ao fim, os jogadores terão de participar de um minigame para chocar o ovo. O resultado são itens e mais itens, que podem ser utilizados na campanha do anfitrião da partida.

Aguçando os sentidos

Visualmente, Patapon 2 é um dos jogos mais bonitos do PlayStation Portable, com gráficos ainda mais atraentes que os da versão original. Os detalhes são impressionantes e você ainda desfruta de mudanças climáticas em alguns níveis. Tudo bem feito e com uma personalidade cativante.

Bonito é pouco
 
O áudio, obviamente, também não deixa a desejar. As trilhas do game são espetaculares, com ritmos que parecem sugar toda a concentração do jogador para dentro do game. Os detalhes da percussão são agradáveis, e as festas animadas de seu vilarejo arrancam regozijos do jogador.
reprovado
Mais do mesmo

Infelizmente, mesmo com boas novidades, a experiência de Patapon 2 ainda relembra bastante o primeiro título. Além disso, a dificuldade também é grande para aqueles que não possuem afinidade com a música, algo que também acontecia na primeira versão. Outro fator que podem incomodar é a repetição. Se você não entrar  no clima do game, achará Patapon 2 um jogo maçante.Sem paradas

Sem pause?

Sim, você não pode pausar a ação durante a batalha. Mas como? Ninguém sabe. O fato é que a desenvolvedora decidiu não introduzir esta opção, o que dificulta a vida de alguns jogadores que querem descansar por um curto período de tempo, por exemplo.

Talvez mais modos multiplayer

Os fãs da série podem até gostar da novidade multiplayer, mas, sem dúvidas, novos modos seriam muito bem-vindos. Após algum tempo, a modalidade perde um pouco de seu brilho, e você acaba retornando para a campanha.

vale a pena?
Patapon 2 é uma sequência ideal para quem adorou o primeiro jogo. A fórmula continua basicamente a mesma, mas trata-se de uma nova aventura com novos desafios e possibilidades.
 
Além disso, a adição do modo multiplayer permite que o jogador desfrute da experiência ao lado de seus amigos, o que aumenta a diversão do game. E, talvez o mais importante, Patapon 2 continua sendo um jogo único e belo, exclusivamente para PSP.