Há quase um ano, publicamos a análise do jogo The Witcher 2: Assassins of Kings. O game oriundo dos PCs chega ao Xbox 360 em uma versão recheada de novidades. Mas será que a desenvolvedora realmente caprichou na adaptação? Mergulhamos a fundo nesta edição e agora compartilhamos nossas opiniões com vocês!

aprovado

Estreando com glória!

Antes de qualquer coisa, devemos ressaltar que esta é a primeira aparição da série The Witcher nos consoles. A história inicial de Geralt e o segundo episódio em sua versão-padrão foram disponibilizados apenas para PC. Apesar de ser um bocado desanimador experimentar um game com atraso, os jogadores do Xbox 360 têm motivos de sobra para comemorar.

The Witcher 2: Enhanced Edition chega ao console da Microsoft com diversos atrativos. Antes de começar a jogar, o game apresenta um vídeo com cenas de tirar o fôlego. A introdução é muito bem detalhada e demonstra o empenho da CD Projekt Red em criar uma abertura emocionante para a aventura renovada.

O título traz todos os DLCs e correções lançados previamente — o que significa uma minoria de problemas. A presença de novos personagens também é empolgante, pois ainda que não  modifiquem o enredo de forma significativa, eles garantem uma trama mais detalhada. O game ainda conta com missões adicionais e uma interface modificada.

Um universo convincente

Não é necessário comparar os visuais de Xbox 360 com os de computador, afinal, estamos falando de plataformas diferentes e é óbvio que o console da Microsoft não tem a mesma capacidade gráfica dos PCs. Assim, considerando os limites do video game, podemos dizer que The Witcher 2: Enhanced Edition apresenta qualidade soberba e impressiona qualquer um.

Assim como Alan Wake impressionou com ambientes sombrios e bem programados, The Withcer 2 se destaca pela qualidade dos cenários. As florestas no jogo de Geralt são bem detalhadas e repletas de elementos convincentes. A direção de arte do jogo teve poucas modificações e os novos locais mostram que a qualidade do game permanece intacta.

 

Falando em gráficos, não podemos deixar de comentar sobre os elementos que de fato dão forma ao jogo. Com texturas de qualidade, The Witcher 2 impressiona pelos personagens bem definidos e com os objetos que mantêm um padrão constante. Luminosidade e sombras também são aplicadas de forma coerente.

Experiência magnífica

Para combinar com o visual bem elaborado, a CD Projekt Red trabalhou na criação de uma trilha sonora digna de filmes de Hollywood. E caso você ainda não saiba, The Witcher 2: Enhanced Edition traz um CD com as faixas de áudio para você apreciar cada uma das músicas.

A jogabilidade está idêntica à da versão de computador, portanto, nesse quesito não há do que se queixar. Quanto aos níveis de dificuldade, devemos dar os parabéns à desenvolvedora, pois o jogo pode agradar tanto a iniciantes quanto a jogadores extremamente habilidosos — os quais vão sofrer para conseguir enfrentar os adversários no nível mais difícil.

reprovado

Interferências durante a jornada

Apesar de ser uma belíssima adaptação, The Witcher 2 para Xbox 360 ainda tem falhas notáveis. Os visuais apresentam poucos defeitos, porém, existem alguns objetos que atravessam outros. Quanto aos popins, eles parecem estar mais presentes do que na versão de computador.

A engine do jogo está bem programada, contudo, ainda há alguns bugs que podem atrapalhar a jogatina. Durante nossos testes, tivemos problemas na interação entre personagem e objetos. Em determinada situação, Geralt ficou preso no meio de dois soldados e não foi possível continuar o jogo sem efetuar o carregamento do checkpoint.

Para quem busca um jogo amadurecido, The Witcher 2 pode decepcionar por forçar o jogador a utilizar um único botão para realizar todas as tarefas. A falta de orientação durante as missões também é um aspecto desagradável, pois não é raro ficar perdido, ainda que o mapa tente ajudar e algumas dicas informem o que deve ser feito.

Além disso, o tédio pode aparecer quando você nota que os sons ambientes se repetem constantemente. Vale salientar ainda que o processo de salvamento do jogo é demasiadamente demorado, todavia, isso não afeta diretamente a jogatina.

vale a pena?

The Witcher 2: Enhanced Edition não é um simples porte para o Xbox 360. De fato, a CD Projekt Red fez um belo trabalho com o jogo, aproveitando ao máximo o console da Microsoft. O que temos aqui é uma bela obra de arte e também um RPG muito bem programado que levará você a experimentar um novo tipo de jogo no seu video game.

O real problema deste game, no entanto, está no elevado preço que é cobrado. Por se tratar de um game com dois discos de jogo, um CD com a trilha sonora, um manual adicional e um mapa impresso, o título para Xbox 360 acaba custando muito mais do que a versão digital disponível para computadores.

Claro, se você deseja experimentar um dos melhores RPGs desta geração, então, com certeza vale a pena investir seu dinheiro em The Witcher 2: Enhanced Edition. A história é sensacional e é possível desfrutar deste jogo sem experimentar o primeiro título da série.

The Witcher 2: Assassins of Kings (Enhanced Edition) gentilmente cedido por Compare Games.